Conheça os principais cursos de pós-graduação para fisioterapeutas

Publicado por IDE Cursos em 15 de março de 2019
Categorias:
Conheça os principais cursos de pós-graduação para fisioterapeutas

Devido à preocupação com a qualidade de vida e a longevidade, a área de fisioterapia tem ganhado cada vez mais destaque. Com cursos de pós-graduação para fisioterapeutas, os profissionais ampliam sua perspectiva de atuação e geram novas possibilidades de trabalho em ambientes como clínicas, casas de repouso, clubes esportivos, academias, empresas e outros empreendimentos.

Investindo em especializações, o fisioterapeuta aumenta suas chances de se destacar na carreira, crescer no mercado profissional e elevar seus conhecimentos de modo a atender os pacientes com melhor qualidade. Por esse motivo, separamos os principais cursos de pós-graduação para esse profissional. Siga a leitura e confira!

Vantagens de realizar pós-graduação

Uma especialização permite ao profissional se aperfeiçoar na área relacionada ao seu cargo atual e também abrir novas opções para outros setores. Trabalha aspectos voltados para o bem-estar dos pacientes, promovendo tratamento com mais qualidade. Além dessas, realizar uma pós-graduação dá outras vantagens ao profissional.

Aumento na faixa salarial

Profissionais com especializações podem ganhar até 70% mais que os que não possuem pós-graduação, segundo a empresa de recrutamento Catho. As chances de contratação também são maiores para os profissionais que buscam atualizar os conhecimentos.

As oportunidades no mercado aumentam de acordo com o destaque recebido no currículo. Quanto melhor a qualificação profissional, maiores os diferenciais diante de outros profissionais, aumentando as propostas e possibilitando atuação em níveis mais altos no mercado.

Melhores oportunidades de trabalho

A qualificação profissional permite ao trabalhador adquirir novas habilidades e qualificações reconhecidas no mercado de trabalho, direcionando-o por caminhos específicos.

A pós-graduação é muito valorizada e o número de profissionais especialistas é inferior em relação aos sem título de especialização. Por esse motivo, os pós-graduados têm menor concorrência no mercado, aumentando as chances de emprego.

Aprimoramento profissional

Os cursos de especialização aperfeiçoam o profissional para lidar com diferentes situações cotidianas. Permite o aprimoramento dos conhecimentos, técnicas, práticas terapêuticas e também atualização.

Ainda amplia o networking, deixando-o em contato com professores experientes e de diferentes áreas de atuação dentro de sala de aula, construindo importantes relações para a carreira.

Cursos de pós-graduação para fisioterapeutas

Agora que você viu a importância da pós-graduação na vida profissional, acompanhe alguns detalhes a respeito dos cursos de especialização mais procurados e indicados para um fisioterapeuta.

Fisioterapia Neurofuncional

Essa área de especialidade atua de forma preventiva, adaptativa, curativa ou paliativa em sequelas resultantes de prejuízos causados ao sistema nervoso (central ou periférico). Esse especialista tem a responsabilidade de avaliar o paciente, diagnosticá-lo, prescrever e realizar o tratamento adequado.

O curso de fisioterapia neurofuncional capacita o aluno a prestar tal atendimento embasado cientificamente, com visão crítica e atualizada na avaliação e tratamento das patologias neurológicas. Prepara-o também para a elaboração e realização de tratamento terapêutico dos pacientes em qualquer âmbito.

Fisioterapia em Uroginecologia e Obstetrícia

O curso contribui para o aperfeiçoamento e atualização da prática na área de urologia, ginecologia e obstetrícia. Essa especialização tem grande importância no atendimento de gestantes, pessoas com incontinência urinária, pacientes mastectomizados, entre outros.

O profissional pode auxiliar a gestante durante o pré-natal tratando alterações comuns durante o período gestacional ou prevenindo disfunções inerentes à sua condição. No período pós-parto, ajuda a mãe com normas higiênicas, exercícios, orientações posturais, retorno às atividades diárias e físicas.

Em casos de incontinência, o foco do tratamento desse profissional é reforçar os músculos do assoalho pélvico do paciente por meio de exercícios e eletroestimulação na reeducação miccional. O especialista ainda atende pessoas mastectomizadas realizando técnicas de drenagem linfática e exercícios que auxiliam na reeducação da postura e mobilidade.

Fisioterapia Pediátrica e Neonatal

Essa especialidade trabalha com neonatos, crianças e pré-adolescentes com problemas motores que podem afetar desenvolvimento e crescimento. Podem ser tratadas doenças congênitas, ou adquiridas após o nascimento.

Alguns dos casos em que um fisioterapeuta pediátrico está presente são em pacientes com: paralisia cerebral, atrofia muscular, desvios posturais, problemas respiratórios, Síndrome de Down, traumatismo craniano, entre outros.

O profissional deve ter conhecimento abrangente e aprofundado para cuidar desses casos, além disso, saber lidar com pacientes que ainda não são adultos, doando atenção especial. Com público infantil, o tratamento apresenta melhores resultados quando realizado em ambiente lúdico e ajustado ao universo dos pacientes.

Esse especialista também pode atuar em associações, escolas e creches, sejam para alunos com deficiência ou não. Em ambientes como esses, o fisioterapeuta pediátrico apoia o professor no processo educacional.

Fisioterapia em dermatofuncional

A fisioterapia em dermatofuncional é uma das especialidades mais promissoras nos dias atuais. Isso é devido aos avanços na área estética, novas tecnologias que foram voltadas para esse setor e aumento na demanda de procedimentos.

Esse curso forma especialistas aptos a diagnosticar disfunções cinesiológicas e funcionais do sistema vascular, tegumentar, linfático, endócrino, alterações na cicatrização, distúrbios nutricionais e seus sintomas clínicos. Também educa o aluno a planejar o melhor tratamento, podendo prescrever terapias eficazes, incluindo métodos e cosméticos.

Especializações multiprofissionais para fisioterapeutas

Os cursos multiprofissionais na saúde proporcionam visão humanizada da situação dos pacientes. O especialista enfoca sua área de atuação, no entanto, ao ser inserido em uma equipe com diferentes profissionais, poderá adquirir e trabalhar com visão ampla do caso, tratando-o em diversas frentes. Veja dois cursos de pós-graduação multiprofissionais.

Gerontologia

Essa especialização multiprofissional qualifica o aluno a desenvolver abordagem crítica sobre a promoção, prevenção e assistência à saúde do idoso, promovendo um envelhecimento saudável.

A atuação em Gerontologia é dividida nas seguintes formas:

  • prevenção: propondo intervenções que antecipem os problemas comuns que afetam os idosos e orientando a criação de situações adequadas para envelhecer com qualidade;
  • ambientação: orienta e cria condições ambientais para que o idoso tenha qualidade de vida durante a velhice, dando foco aos mais variados espaços por onde os idosos vivem;
  • reabilitação: propõe intervenções quando existem perdas que são remissíveis. Quando essas são irreversíveis, realiza a orientação para criar condições individuais e ambientais para uma vida digna e de qualidade;
  • cuidados paliativos: aconselha intervenções em doenças progressivas e irreversíveis, incluindo aspectos físicos, psíquicos, espirituais e sociais, estendendo atenção aos familiares com a intenção de melhorar o bem-estar e a dignidade do idoso para a manutenção da vida.

Transtorno do Espectro do Autismo (TEA)

Transtorno do Espectro do Autismo é uma alteração do neurodesenvolvimento infantil caracterizada por dificuldades na comunicação, interação social e comportamento repetitivo, podendo apresentar também sensibilidades sensoriais.

A qualidade de vida das crianças e adultos portadores do TEA pode ser significativamente melhorada em casos de diagnóstico precoce e tratamento direcionado. Por isso a especialização é importante, para que os pacientes sejam bem atendidos por profissionais capacitados, que conheçam as intervenções existentes e procurem melhorar as estratégias adotadas nos mais diferentes casos.

O curso multiprofissional (pode ser realizado por diversos profissionais da área da saúde) qualifica o aluno, permitindo-o oferecer recursos e ferramentas para que os pacientes superem as dificuldades. A atuação vai além, orientando familiares, para que proporcionem melhor qualidade de vida junto.

O fisioterapeuta que atua diretamente nessa área auxilia a criança ou adolescente autista a desenvolver habilidades motoras atuando em funções básicas como marcha, sentar, pegar objetos, engatinhar e outras. Também atua no autismo com métodos como o  Bobath. A técnica, criada para intervenção em casos de derrames e paralisia infantil, é empregada com sucesso em crianças autistas pelos fisioterapeutas, trabalhando simetria, posicionamento corporal, firmeza no tronco, tônus muscular, entre outras.

Você pôde conhecer os principais cursos de pós-graduação para fisioterapeutas. Para destacar-se no mercado de trabalho, melhorar sua renda e tornar-se um profissional qualificado, analise as opções acima, escolha a que mais combine com o seu perfil e torne-se um especialista por meio de uma pós-graduação!

Gostou deste artigo? Então que tal curtir nossas redes sociais e ficar por dentro de mais conteúdos como este? Estamos no Facebook, Twitter e Instagram!


Redimensionar Fonte
Contraste