Veja por que você deve ter um currículo na Plataforma lattes

Publicado por IDE CURSOS em 26 de junho de 2017
Categorias:
Veja por que você deve ter um currículo na Plataforma lattes

Você já ouviu falar no Currículo Lattes? Para quem não conhece, a Lattes é uma plataforma que permite o cadastramento e a disponibilização de currículos. Ela segue um padrão que permite consultar e avaliar, com muito mais eficiência, os profissionais, seus conhecimentos e atuações no meio acadêmico e no mercado de trabalho.

Há quase duas décadas, a Plataforma Lattes vem se aperfeiçoando e chega, hoje, a ser considerada uma ferramenta indispensável aos membros da comunidade acadêmica, inclusive porque trabalha com dados de grupos de pesquisa e instituições.

Mas, afinal, por que é tão importante ter um Currículo Lattes? Quais são os benefícios e qual o seu diferencial em relação a outros modelos de currículo? Continue a leitura e confira agora!

O que é Currículo Lattes?

O Currículo Lattes faz parte da Plataforma Lattes, um sistema online desenvolvido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Sua principal função é registrar as informações acadêmicas e profissionais daqueles que estão em cursos de graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado, pesquisa acadêmica e licenciatura.

A Plataforma Lattes, onde se hospeda o Currículo Lattes, foi criada com o objetivo de reunir em um único lugar os dados de currículos dos grupos de pesquisa e instituições de ensino. Dessa forma, vem se tornando cada vez mais abrangente, sendo utilizado por mais universidades, institutos e centros de pesquisa como uma forma de avaliação de professores, alunos e pesquisadores.

Como ele funciona?

Qualquer pessoa pode criar e atualizar o seu Currículo Lattes quando quiser. Para isso, basta acessar a Plataforma Lattes, que se encontra no site do CNPq.

Depois que você cria seu currículo com todas as informações necessárias, leva alguns poucos dias para que ele fique pronto e você já possa visualizá-lo. Nesse tempo, a plataforma adéqua o currículo de acordo com o padrão de eficiência do site, deixando-o mais informativo, claro e fácil de compreender.

Assim que obtiver o link do seu Currículo Lattes, ele já está pronto para ser acessado, visualizado, divulgado e encontrado através do sistema de buscas do site.

Para que serve?

As agências de fomento à pesquisa aproveitam as funcionalidades e a abrangência do sistema para levantar dados estatísticos que possam servir como uma base para implementar políticas públicas, criar editais, avaliações institucionais, incentivos e afins e, então, a partir das informações encontradas, fazer um mapeamento não apenas da atuação profissional de forma individual, mas também para medir a relevância da instituição no cenário de pesquisa nacional.

Por meio dos currículos disponibilizados na Plataforma Lattes, é possível ainda que os programas de pós-graduação consigam comprovar a competência, abrangência e produtividade em relação às suas atividades, podendo a partir daí pleitear incentivos, custeios de publicações e eventos, alargar o número de bolsas oferecidas e melhorar a avaliação de seus programas.

Do ponto de vista do aluno e profissional, é etapa obrigatória para quem deseja ingressar em um curso de pós-graduação ou participar de processos seletivos de bolsas de estudos oferecidos pela rede pública.

Como fazer o currículo na Plataforma Lattes?

Agora que você já sabe o que é e para que serve, chegou a hora de aprender como fazer um Currículo Lattes de qualidade, desde a utilização da plataforma até o preenchimento dos campos e os erros que não devem ser cometidos.

Acompanhe o passo a passo.

Cadastro

Para criar um currículo, você deve acessar a Plataforma Lattes e escolher, no menu lateral, a opção “Cadastrar novo currículo”.

Comece selecionando a sua nacionalidade. Informe o e-mail e crie uma senha. Então, clique em “Próxima”, no canto inferior direito, para dar continuidade ao preenchimento das informações pessoais.

Informações pessoais

Além de preencher os dados pessoais, é preciso enviar uma foto para o seu perfil. Lembre-se de escolher uma imagem mais formal. Cabe a mesma lógica do currículo profissional, sendo assim é provável que a foto usada nas redes sociais não seja a melhor opção. Selfies também não são indicadas.

A próxima tela é o momento de informar endereço e telefone. Atenção, caso informe o endereço profissional, use a lupa, à direita da barra, para selecionar uma instituição de ensino.

Formação acadêmica

Essa é uma das etapas mais importantes. Aqui serão incluídos dados da graduação, cursos complementares, publicações etc. Há campos que não podem ser preenchidos manualmente. Clique sobre a lupa para selecionar uma opção.

Caso já tenha concluído graduação, mestrado ou doutorado, o título da dissertação ou tese deve ser informado, assim como nome completo do orientador. Além disso, insira o nome da instituição, curso, ano de início e de conclusão.

Publicações em revistas científicas ou anais de congressos são muito valorizadas nos processos seletivos de pós-graduação, por isso, não se esqueça de incluí-las.

Mas atenção, não se assuste se não encontrar todos os campos citados aqui de primeira. Muitas informações, desta e de outras sessões, só poderão ser incluídas a partir da primeira atualização, como explicaremos mais à frente.

Atuação profissional

No próximo passo, selecione “sim”, caso esteja atuando no momento. Assim, entre com dados da instituição, cargo e data de início.

Cabe especificar estágios relacionados à área acadêmica, projetos de iniciação científica dos quais participou, monitorias e outras atividades relevantes. Inclua também títulos, como menções honrosas, e premiações recebidas em feiras de ciências e mostras de iniciação científica, por exemplo.

Área de atuação

Na última etapa, selecione sua área de atuação e informe as habilidades linguísticas. Há espaço para até 3 idiomas, e você deverá apontar o nível de compreensão, leitura, fala e escrita de cada um.

Para finalizar o cadastro, pressione “próxima” mais uma vez. Caso falte alguma informação obrigatória, o sistema exibirá um alerta. Por fim, confira todos os seus dados e, se necessário, edite. Após a confirmação e envio dos dados, o currículo ficará disponível na plataforma em até 24 horas.

Atualização

É muito importante manter o seu Currículo Lattes atualizado, inclusive algumas informações importantes só podem ser preenchidas nesse momento. Isso porque o cadastro inicial só permite preencher informações básicas. Dados complementares da formação acadêmica e atuação profissional, como publicações, cursos, congressos, grupos de pesquisa e outros só poderão ser incluídos por meio de atualizações.

Lembre-se de que todas as informações devem ser verídicas e passíveis de comprovação por certificados e declarações. Portanto, se você assistiu a uma palestra, mas por alguma razão não tem o certificado, nem vale a pena colocar no Lattes.

Em que o Currículo Lattes se diferencia dos demais?

O modelo de currículo mais conhecido no Brasil certamente é o curriculum vitae. Mas qual a diferença desse para o Lattes?

A diferença entre esses modelos de currículo é que o Lattes é mais longo e muito mais detalhado, contando com informações sobre trabalhos realizados pelo estudante, como a apresentação de seminários ou a participação em semanas acadêmicas.

Currículo Lattes

O foco na área acadêmica é o grande diferencial do Currículo Lattes, levando-o a se tornar um padrão nacional para o registro do percurso acadêmico de estudantes e pesquisadores no Brasil, pois a sua riqueza de informações e toda a sua abrangência oferecem confiabilidade de dados.

Quanto mais detalhadas as informações que compõem o seu Currículo Lattes, maiores as possibilidades de se obterem novas oportunidades na área.

Curriculum vitae

Já o curriculum vitae, que é importante para a colocação profissional, dá preferência a informações sobre experiências de trabalho obtidas e habilidades do profissional.

Seu formato é mais livre e a organização mais simples, que podem variar de acordo com o histórico de cada um. Nele, é possível dar mais ênfase ao que se quer ressaltar — formação ou experiência, por exemplo, inclusive mudando a ordem de apresentação das informações.

Por que é tão importante ter um Lattes?

Como você já deve saber, existem diversas plataformas online onde é possível criar e atualizar um currículo. O LinkedIn, por exemplo, apesar de ser um tipo de rede social, tem seu foco em divulgação de currículo e criação de conexões profissionais. Então, por que ter um Currículo Lattes é tão importante assim?

O Lattes é uma ferramenta essencial na vida do estudante universitário, principalmente quando há o desejo de dar continuidade a esse estudo com cursos de mestrado, doutorado ou ainda através da pesquisa acadêmica, por exemplo.

De acordo com Márcia Mota, diretora-geral da Faculdade Estácio de Sá em Juiz de Fora (MG), é importante para os universitários focar, desde o momento da graduação, nos aspectos solicitados pelo Lattes. Ou seja, buscar participar de práticas de extensão, programas de monitorias e de iniciação científica para que, futuramente, se torne um profissional com um grande diferencial e esteja mais bem preparado para o mercado de trabalho atual.

Além disso, como o sistema se aperfeiçoou muito nos últimos anos e hoje oferece uma série de funções, ele foi adotado por grande parte de Instituições de Ensino Superior (IES) como requisito para realizar a inscrição em programas e editais da área da graduação e pós-graduação.

Por último, como todos os dados contidos na Plataforma Lattes são disponibilizados ao público e podem ser facilmente consultados na internet, o estudante tem a possibilidade de conferir a trajetória acadêmica e profissional de seus professores e tutores. É muito interessante para o estudante conhecer melhor aqueles que estão lhe ensinando, podendo assim ter mais incentivo e confiança nesses profissionais do ensino!

Como podemos ver, o Currículo Lattes é muito importante para o cenário da educação superior no Brasil, sendo fundamental na vida de estudantes acadêmicos e futuros profissionais. Além disso, permite que as IES possam se tornar cada vez melhores para seu público. Por isso, não perca mais tempo: se você ainda não tem o Lattes, faça o seu agora mesmo!

Então, gostou do nosso post? Você conhecia o Currículo Lattes e sabia da sua importância para a sua vida acadêmica? Compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais para que eles também conheçam e criem o seu Currículo Lattes!

Posts relacionados