Entenda como o planejamento financeiro pode ajudar na sua carreira

Publicado por IDE Cursos em 11 de janeiro de 2019
Categorias:
Entenda como o planejamento financeiro pode ajudar na sua carreira

Realizar uma especialização profissional é a maneira ideal de você se aperfeiçoar na sua área de atuação, o que permite aprimorar conhecimentos, aumentar a qualificação e, consequentemente, melhorar as oportunidades de emprego. Para realizar o sonho de investir na carreira, a melhor opção é fazer um planejamento financeiro.

É essencial se programar para não permitir que os custos envolvidos na sua educação se tornem um problema. Por isso, é preciso organização financeira e algumas mudanças imprescindíveis no modo de vida, para encaixar uma pós-graduação em seu orçamento.

O post a seguir vai ajudá-lo a entender melhor como realizar um planejamento financeiro para cursar uma especialização, objetivando tornar-se um profissional qualificado e com menor concorrência no mercado de trabalho. Continue conosco para conferir!

O que é planejamento financeiro?

Realizar um planejamento financeiro é organizar as finanças pessoais com a intenção de cumprir os objetivos em curto, médio e longo prazo, sem passar por apertos e administrando os imprevistos.

Ao colocá-lo em prática, é necessário ter disciplina, organização e determinação para ter sucesso com as metas determinadas. Como resultado, planejar-se financeiramente evita gastos e dívidas, e permite arquitetar a melhor forma de alcançar o propósito almejado — no caso, uma especialização.

Inicialmente, deve-se identificar e controlar os gastos e despesas pessoais, de forma que essas não ultrapassem o valor da renda e seja possível adicionar o valor de uma mensalidade sem entrar em dívidas.

Utilize uma planilha ou aplicativos para reunir seus rendimentos e dívidas — se houver. Sabendo exatamente quanto sobra no fim do mês, é mais fácil decidir quanto você pode gastar. No entanto, ainda é possível aumentar esse valor ao eliminar gastos supérfluos e economizar para investir em sua educação.

Por que a pós-graduação é um investimento?

Para ter sucesso profissional e destacar-se no mercado de trabalho, é preciso investir na carreira. Para os trabalhadores da área da saúde, uma pós-graduação é ainda mais importante, pois atualiza técnicas e conhecimentos para que o profissional atenda os pacientes com qualidade e eficiência.

O aprimoramento enriquece o currículo e gera retorno em longo prazo, inclusive, financeiro. O profissional qualificado alcança outro nível no mercado, aproveitando melhores oportunidades de emprego e salário.

Escolher um bom curso de pós-graduação é essencial para garantir aumento de conhecimento e credibilidade, assim como optar por uma instituição de ensino conceituada, com corpo docente qualificado, perfeito para networking.

Como fazer um planejamento financeiro para cursar pós-graduação?

A seguir, separamos algumas dicas que vão ajudar a evitar erros comuns de organização financeira, que podem atrapalhar o desenvolvimento do curso ou até mesmo deixar você endividado. Confira nossas dicas!

Pesquise sobre os cursos e instituições

O termo pós-graduação pode englobar diversos tipos de cursos, como o Lato Sensu (inclui especializações e MBAs) e Stricto Sensu (mestrado profissional ou acadêmico e doutorado). Assim como cada curso tem objetivos e abordagens diferentes, os valores também variam, e devem ser considerados no momento de realizar o planejamento financeiro.

Faça uma pesquisa ampla sobre os cursos disponíveis conforme seu perfil e necessidades profissionais, e fique atento ao custo-benefício. De nada adianta realizar uma especialização em uma instituição pouco conhecida ou um curso avaliado negativamente — um erro bastante comum nessa busca.

Em situações como essa, é vantajoso ingressar em um instituto que ofereça excelente estrutura, corpo docente especializado, qualidade no ensino, e reconhecimento profissional para construir uma carreira sólida, mesmo que seja um pouco mais caro.

Avalie custo-benefício

Como citamos acima, o custo-benefício é fundamental no planejamento financeiro. Enquanto pesquisa as instituições, não deixe de considerar a qualidade e excelência do curso. É claro que o valor ideal para o seu orçamento é importante, mas não deve ser o único critério no momento da decisão, afinal, seu futuro está em jogo. Uma instituição de qualidade e reconhecida no mercado tem grande significado para sua carreira.

Essa formação vai contribuir para sua capacitação e atualização, além de elevar seu status profissional. Assim, um curso avaliado negativamente e de baixa qualidade pode transformar todo o seu investimento em um grande aborrecimento.

Além de se arrepender pelo valor gasto, você pode não receber o conhecimento adequado, tornando-se desqualificado no mercado de trabalho. Desse modo, garanta que seu investimento vai realmente ajudar a torná-lo um profissional qualificado, com excelentes habilidades e grande destaque na sua área de atuação.

A especialização aperfeiçoa sua qualificação, impactando diretamente a qualidade dos serviços prestados à sua empresa. Por isso, verifique se o ambiente em que você trabalha oferece algum programa de incentivo ou parceria com uma instituição de confiança.

Reduza gastos desnecessários

Cortar gastos supérfluos de forma radical faz parte do planejamento financeiro. Isso não será nenhum sacrifício se você tiver foco no projeto de realizar a especialização. Coloque na balança o que é mais importante em sua vida neste momento: ir ao cinema toda semana ou investir na carreira? Existem várias maneiras de controlar o consumo desnecessário:

  • sempre que for possível, elimine os gastos com transporte, se deslocando a pé, trocando o Uber pelo transporte público, entre outras possibilidades;
  • reduza as refeições fora de casa e comece a cozinhar;
  • limite os gastos com saídas noturnas;
  • escolha itens em promoção quando for ao mercado;
  • passe um tempo sem comprar roupas novas;
  • venda itens que você não utiliza mais na internet;
  • diminua o limite do cartão de crédito.

Enfim, essas e outras ações podem ser realizadas ao adotar novos hábitos de vida, mesmo que momentaneamente, para ajudar na economia e possibilitar a realização do seu sonho.

Tenha uma reserva financeira

Após realizar uma avaliação e identificar os ganhos, gastos e diminuir o consumo, é o momento de fazer uma reserva financeira. O objetivo dessa economia é guardar dinheiro para situações emergenciais.

O indicado é alcançar, no mínimo, 3 vezes o valor total de seu orçamento. Por exemplo: para um orçamento de R$ 3.000,00 por mês, você deverá ter uma reserva de pelo menos R$ 9.000,00. Isso trará segurança em momentos de imprevistos e impedirá que você precise interromper suas atividades acadêmicas.

Evite assumir novas dívidas

A pós-graduação é um investimento em longo prazo e, por isso, você terá alguns meses com esse compromisso. É fundamental que, durante esse período, você não assuma novas dívidas ou despesas.

Siga o planejamento financeiro à risca e evite gastos que podem esperar. Nada de trocar de automóvel, redecorar a cozinha ou comprar um celular novo nesse momento. E nada de estourar o limite do cartão de crédito, afinal, ele foi reduzido por um motivo óbvio, certo?

Invista em financiamentos e consórcios

Uma alternativa que pode ajudar na organização financeira para a pós-graduação é realizar um financiamento. Alguns bancos lançaram esse recurso para especializações, com limites que variam entre 20 mil e 50 mil reais, e taxas entre 1,99% e 2,35% ao mês.

Com ele, o aluno consegue pagar as mensalidades em prazo maior que a duração da pós-graduação negociando com as instituições um desconto maior, pois o pagamento será antecipado e integral, diminuindo custos.

Para realizar a solicitação do crédito, o profissional deve se dirigir às agências bancárias com comprovante de rendimento e matrícula. É exigência dos bancos que a instituição seja reconhecida no MEC.

Outra alternativa de investimento é a realização de um consórcio. Funciona como um conjunto de compra planejada, em que um grupo de pessoas se une para poupar dinheiro e adquirir algum bem futuramente.

A vantagem dessa modalidade é que é isenta de juros e só é paga a taxa de administração. Em relação à poupança, o benefício é ter o valor necessário para pagar a especialização em menor tempo, permitindo concluir o curso e utilizar o retorno financeiro alcançado para quitar o restante das parcelas.

Com um planejamento financeiro eficiente, você poderá investir em uma pós-graduação e, certamente, será recompensado pelos esforços desempenhados nesse período, obtendo o retorno necessário para se tornar um profissional de sucesso.

Gostou dessas dicas? Então, siga nossas redes sociais para ficar por dentro de mais conteúdos como este! Estamos no FacebookInstagram e Twitter!

Posts relacionados