Saúde digital: o que é e quais são os benefícios?

Publicado por Faculdade IDE em 14 de junho de 2019
Categorias:
Saúde digital: o que é e quais são os benefícios?

Não é novidade para ninguém que a área saúde e a tecnologia caminham juntas. Essa relação acontece visando criar dispositivos cada vez mais úteis em prol do bem-estar das pessoas. Além de otimizar a eficiência dos tratamentos disponíveis em diversos setores. Por isso, entender o conceito de saúde digital e quais são os seus benefícios pode ser muito importante.

Esse cenário, sobretudo em médio e longo prazo, promete mudar até mesmo a maneira pela qual os profissionais encaram suas carreiras. Uma vez que as suas condutas vão sendo impactadas pelos novos conhecimentos e pelas novas possibilidades. Confira o conteúdo a seguir e aprenda mais sobre esse tema tão interessante!

Afinal, o que é a saúde digital?

A saúde digital pode ser compreendida como o ramo em que se utilizam tecnologias para conseguir um maior eficiência no tratamento de pacientes. Por exemplo, na realização de pesquisas, na adoção de condutas e até mesmo na promoção da aprendizagem.

Em outras palavras, trata-se da junção das revoluções digitais, genéticas, robóticas e o que mais surgir em temos de conhecimento humano. Unidas com o objetivo de reduzir os erros, minimizar as ineficiências, melhorar o acesso, diminuir os custos os custos e aprimorar a qualidade. Assim como também tornar as ações mais personalizadas, diligentes e precisas.

Qual o futuro da área da saúde?

As inovações tecnológicas sempre impactaram a área da saúde. Quando bem utilizadas, podem ser de grande valia na busca por formas eficientes de promover o bem-estar do ser humano. Com o advento da internet, pesquisadores, gestores e profissionais têm possibilidades inéditas de ampliar o acesso aos serviços e tratamentos.

Essa é uma realidade que já vem se intensificando e deve crescer ainda mais nos próximos anos, com o aperfeiçoamento e a invenção de equipamentos modernos, interpretação automática de dados, novos sistemas de transmissão de informações e o compartilhamento de exames em tempo real, mesmo por longas distâncias.

Quais os benefícios da saúde digital?

Você já aprendeu um pouco mais sobre o conceito de saúde digital e compreendeu algumas das possibilidades futuras desse segmento. Agora chegou a hora de conhecer melhor os seus principais benefícios. Confira abaixo alguns exemplos.

Protocolos de reabilitação com uso de gameterapia

Para muitas pessoas, essa possibilidade pode soar como coisa de filmes ou livros de ficção científica. No entanto, essa prática já vem sendo adotada em muitos lugares. E cada vez mais, os profissionais de fisioterapia, no Brasil e no mundo, devem incluir a gameterapia em muitos dos seus protocolos de reabilitação.

Se você ainda não conhece o termo, chegou a hora de aprender. Como o próprio nome já diz, trata-se de realizar tratamentos e terapias com o uso de jogos eletrônicos, como os vídeo games. Essa estratégia não funciona apenas para os públicos jovens, mas também com pessoas de faixas etárias mais elevadas.

Em um protocolo comum de fisioterapia tradicional, por exemplo, uma pessoa pode ser orientada a realizar movimentos repetitivos, o que acaba sendo bastante monótono. Já com a gameterapia, essas tarefas se tornam bem mais interessantes, desafiadoras e interativas.

Os equipamentos utilizados por essa tecnologia contam com pequenos sensores, que farão o reconhecimento dos movimentos feitos pelos jogadores. Que por sua vez são selecionados de acordo com o quadro clínico. Uma vez que o fisioterapeuta escolhe o protocolo de tratamento, é possível selecionar um software específico de treinamento e jogos pré-determinados.

Monitorização dos parâmetros de efetividade

Antigamente, era muito comum que um paciente precisasse marcar um exame com muita antecedência e, ainda por cima, os resultados poderiam demorar muito tempo para serem entregues, o que acabava por comprometer a efetividade de algumas condutas, piorando o prognóstico clínico desses indivíduos.

A saúde digital pode, perfeitamente, mudar esse cenário. Em função da telemedicina, por exemplo, podem ser enviados laudos de imagens a distância, transmitindo-os para os médicos, fisioterapeutas e demais profissionais, otimizando o processo e levando um período muito menor do que ocorreria com os meios físicos tradicionais.

Acompanhamento do paciente em tempo real

Qualquer profissional de saúde precisa acompanhar o estado dos seus pacientes, afinal, é dessa maneira que ele pode interpretar os sinais e perceber se uma conduta, tratamento ou medicação está fazendo o efeito esperado. No entanto, sabemos que isso é um desafio, sobretudo pelo grande número de informações que precisam ser avaliadas.

O advento da saúde digital promete virar esse jogo e os dados poderão chegar em tempo real. Dessa maneira, quem trabalha com nutrição, por exemplo, poderá receber notícias sobre casos clínicos, como o que foi ingerido, se houve ou não déficit calórico no dia, se a pessoa não atingiu alguma meta estabelecida e assim por diante.

Associação de dados e informações para diagnósticos

Uma das grandes aplicações da saúde digital diz respeito ao Big Data. Esse é um conceito que vem ganhando espaço em diversos segmentos do conhecimento humano, visto que abre a possibilidade de revolucionar muitos setores diferentes, permitindo um nível de interpretação e de lapidação de dados inédito na história da humanidade.

O termo diz respeito à imensa quantidade de informações que são recolhidas nos dias de hoje, por meio de equipamentos digitais, softwares e hardwares de armazenamento, que estão cada vez mais potentes. A criação da tecnologia de cloud computing contribuiu para essa realidade e, agora, tudo fica salvo na “nuvem”.

Na saúde, isso pode causar um impacto tremendo, sobretudo nas áreas de pesquisa de novas medicações, aplicabilidade de tratamentos e identificação de tendências para o diagnóstico. Com a maior integração, quando um profissional digitar um prontuário em um local do mundo, outro pode acessar esses elementos, em tempo real, mesmo a milhares de quilômetros.

Como você pôde ver, o conceito de saúde digital promete impactar não apenas a rotina de muitos profissionais da área, como também deve trazer alento para os pacientes que estão sofrendo com os mais variados problemas e patologias, oferecendo um prognostico muito melhor, condutas mais adequadas e tratamentos mais eficazes.

Você gostou de aprender um pouco mais sobre o real conceito de saúde digital e também quais são os seus principais benefícios? Achou que essas informações foram válidas para a sua realidade? Então compartilhe este conteúdo em suas redes sociais!


Redimensionar Fonte
Contraste