Extensão

PERÍCIA EM FONOAUDIOLOGIA – FORTALEZA| Turma 1

Inscrições: até 16/02/2019

Previsão de Início: 16 e 17 de Fevereiro de 2019

Tire suas dúvidas online

Motivos para fazer Perícia em Fonoaudiologia na Faculdade IDE

  • Instituição com 98% de aprovação entre os alunos.

  • Instituição presente em 8 Estados do Norte e Nordeste.

  • Material didático e Certificado inclusos.

Objetivos do Curso

Promover os conhecimentos necessários para o fonoaudiólogo atuar como Perito Judicial nas áreas: auditiva, vocal e grafotécnica.

ESPECÍFICOS:
Possibilitar ao aluno conhecer os tipos de perícia (judiciais e extrajudiciais) bem como, os caminhos que norteiam a sua nomeação como perito do judicial;

Elaborar petições, quesitos, pareceres técnicos e laudos periciais;

Realizar diagnóstico diferencial com a finalidade de estabelecer ou não o nexo causal;

Desenvolver habilidades no profissional de saúde com a finalidade de contribuir com a justiça do trabalho nas perícias auditivas, vocal e grafotécnicas. Nas perícias grafotécnicas o fonoaudiólogo também vai estar habilitado a oferecer os serviços na justiça civil e criminal, pois, para realizar esse tipo de perícia é necessário um curso de extensão;

Qualificar profissionais para que estejam habilitados a realizar perícia e assistência técnica judiciária nessas áreas da fonoaudiologia.

Grade do Curso

MÓDULO 1 – Introdução a perícia e assistência técnica do ponto de vista jurídico

Conhecimento do mundo pericial através da ciência da competência do fonoaudiólogo na realização de perícia; da habilitação do perito judicial segundo CPC; dos direitos e deveres do perito judicial segundo CPC, CP e CPP; Quem pode ser o perito judicial? Nomeação. Exigências. Laudo pericial. Assistente técnico. Relação entre perito e assistente técnico. Entrega do laudo e do parecer técnico. Esclarecimento ao laudo. Quesitos. Honorários periciais, quem paga? Petição com oferecimentos de serviços periciais. Perícias judiciais e extrajudiciais. Recusa do perito. O sucesso. A reclamação trabalhista. O nexo causal.

MÓDULO 2 – Perícia auditiva na esfera trabalhista – teoria e prática

Doenças do ouvido relacionadas ao trabalho; do nexo causal; da incapacidade laborativa; das normas regulamentadoras (MTb) pertinentes a perícia auditiva, da ordem de serviço 608 do INSS, das legislações aplicadas a CAT para doença auditiva, das legislações aplicadas ao PPP, dos boletins do comitê nacional de ruído e conservação auditiva, das resoluções do CFF, do decreto 5.296 de 2 de dezembro de 2004, NHO 01 – fundacentro. Análise de exames audiológicos, possibilidade de causalidade entre os resultados audiológicos e o labor exercido pelo operário. Elaboração do laudo pericial.

MÓDULO 3 – Perícia vocal no âmbito trabalhista – teoria e prática

A competência do fonoaudiólogo na realização de perícia vocal; das doenças vocais relacionadas ao trabalho; do nexo causal; da incapacidade laborativa; NR-17, abertura de CAT relacionada a doença vocal; discussão sobre o XIV seminário de voz da PUC/SP (disfonias relacionadas ao trabalho: da construção do documento à uma nova prática).

MÓDULO 4 – Perícia grafotécnica – teoria e prática

Introdução a Grafoscopia, Histórico do grafismo, As 4 leis da grafoscopia, Instrumentos utilizados na escrita, Instrumentos utilizados na Grafoscopia, Padrões de confronto
Os 4 critérios dos padrões de confronto, Grafocinetismo, O grama, Teoria geral dos movimentos em grafoscopia, Idades gráficas, Métodos periciais, Tipos de falsificações, Conceitos grafotécnicos, Pressão e evolução, Comportamento de pauta, Comportamento de base, Hábitos gráficos, Calibre, Inclinação axial, Espaçamento, Valores angulares e curvilíneas, Momentos gráficos; Ataques e remates.

Coordenação

Equipe IDE

Ministrante

  • Fernanda Gabrielle Andrade Lima

    Fonoaudióloga, registrada no Conselho Regional de Fonoaudiologia, sob o no 7015/PE, inscrita no Cadastro Nacional de Peritos (CPN), sob o nº 012508. Com especialização em Audiologia pela Universidade de Bordeaux 2 - França e Mestra em Ciências da Linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco. Com curso de Extensão em Perícia Grafotécnica. Autora do Cap. 31 – Perícia e Assistência Técnica em Audiologia – do Tratado de Audiologia (2015), organizado pela Academia Brasileira de Audiologia, Fonoaudióloga do Hospital HOPE (desde 2000) e Perita do Juízo da Justiça do Trabalho (desde 2008).