Como escolher uma pós-graduação de qualidade?

Publicado por IDE CURSOS em 4 de agosto de 2017
Categorias:
Como escolher uma pós-graduação de qualidade?

Se você terminou a graduação há algum tempo e busca alternativas para se destacar no mercado de trabalho, fazer uma Pós-graduação pode ser a melhor opção. Mas como escolher uma pós-graduação levando em conta aquilo tudo que foi feito em sua carreira até aqui? É possível estudar uma área correlata e, ao mesmo tempo, aumentar o seu campo de atuação?

Quando alinhamos sabedorias distintas, os resultados podem ser surpreendentes. Pensar estrategicamente nas especializações possíveis é um processo que envolve muitas coisas, desde optar pela instituição correta até integrar os novos conhecimentos adquiridos à experiência prévia.

Listamos abaixo algumas dicas que podem ajudar você a fazer uma boa escolha. Confira:

Conheça os formatos

Quando falamos em pós-graduação, você pode achar que se trata de um único tipo de formação. Contudo, não é bem assim. Conheça os formatos desse tipo de curso oferecidos no Brasil:

Lato sensu

Uma pós qualificada como lato sensu é uma especialização voltada para o profissional que quer dominar um ponto específico. Ela geralmente tem uma carga horária mínima de 360 horas e cada instituição determina seus próprios pré-requisitos para o aluno que almeja concluí-la. Os famosos MBAs (Master Business Administration) se enquadram nesta categoria.

Há ainda um molde denominado como aperfeiçoamento. Sua jornada tem uma duração que corresponde à metade das especializações. Ou seja, eles geralmente totalizam 180 horas. Por isso, têm um caráter mais livre e com menos requisitos a serem cumpridos. Ambas dão direito à certificação.

As especializações em lato sensu dão maior liberdade ao estudante, tanto em seu formato de realização quanto em relação à temática do conteúdo. Além disso, elas têm um foco ligado à prática que não é costumeiro na graduação e nos estudos acadêmicos em geral.

O networking também fica facilitado, pois as turmas são formadas por profissionais atuantes, que buscam por uma qualificação mais aprofundada. Trata-se, portanto, de um ambiente propício para a troca de conhecimentos, contatos e informações relevantes sobre o cenário atual.

Por isso, ela forma especialistas que dominam os conceitos e sabem executá-los, unindo a teoria à execução e se adequando às necessidades e ambições individuais.

Stricto sensu

Dentro das formações de stricto sensu existem três categorias conhecidas:

Mestrado profissional

O enfoque recai sobre o aprimoramento de algumas técnicas. As exigências de ingresso são altas: prova específica, exames de proficiência em língua estrangeira, projeto de pesquisa estruturado e por aí vai. Pode durar até dois anos.

Mestrado acadêmico

A ideia é explorar um campo de pesquisa. É mais indicado para pesquisadores e quem sonha em se tornar docente no ensino superior.

Doutorado

Pode durar de dois a quatro anos e é visto como uma sequência do mestrado acadêmico.

Defina uma estratégia para escolher uma pós-graduação

Agora que você já sabe os principais tipos disponíveis de especialização, também precisa entender seus planos de carreira. Para começar, deverá se situar e traçar metas.

Em qual estágio você está atualmente? Aonde quer chegar?

Em um mundo no qual existem muitas opções de aprofundamento, é fundamental ter em mente o médio e o longo prazos. Caso contrário, aumentam as chances de você perder seu tempo e investimento estudando algo que não poderá ajudar tanto a dar um salto na carreira.

Olhe detalhadamente para os casos de profissionais que obtiveram muito sucesso em suas áreas de atuação. Espelhar-se neles é um bom começo. No entanto, é imprescindível saber pensar fora da caixa e buscar por diferenciais que chamem a atenção em seu currículo.

Se seus concorrentes geralmente possuem uma categoria de cursos, o ideal seria que você também os fizesse, mas não perdesse de vista as opções que deixariam seu currículo diferenciado.

Um profissional de nutrição, por exemplo, precisa conhecer e se atualizar sobre a área, além de buscar conhecimentos complementares. O mesmo vale para quem trabalha com enfermagem ou em qualquer outro ramo.

Sendo assim, vale frisar o quão interessante é se dedicar à elaboração de um planejamento que reúna suas ambições e considere o cenário atual da sua área de estudo com profundidade. Afinal, saber aonde se quer chegar é uma condição indispensável para que possamos atingir nossos objetivos profissionais.

Não se esqueça: a organização também faz toda a diferença depois que a escolha estiver feita. Portanto, tenha um bom plano de estudos. Dessa forma, você otimizará o tempo livre que tem disponível e poderá aproveitar melhor a sua pós.

Entenda o que está sendo oferecido

Após definir bem aquilo que pretende conquistar no âmbito profissional, surge a necessidade de escolher uma boa instituição de ensino.

Para avaliá-la, muitos critérios devem ser levados em consideração. A infraestrutura, a qualidade dos docentes, o material oferecido, o apoio dado ao corpo discente e o respaldo no mercado são alguns deles.

Para a pós de stricto sensu, a avaliação da Capes, órgão federal destinado à regulamentação da pesquisa e afins, é um bom parâmetro.

Quanto ao lato sensu, é preciso olhar para o feedback de especialistas e para a grade curricular do curso, porque ela deve atender às demandas que você deseja para se especializar. O reconhecimento do MEC funciona como uma importante chancela, embora não seja obrigatório.

Dedique-se

Seja conciliando áreas correlatas ou buscando um nível maior de domínio sobre um único assunto, o profissional atual enfrenta uma grande concorrência.

Ao fazer uma especialização em farmácia, por exemplo, sem contar com outros elementos fundamentais, como a fluência em inglês, em seu currículo, você ganha mais relevância perante o mercado.

A ideia é que você se qualifique para obter cada vez mais autoridade em determinado âmbito de atuação. Lembre-se: não é importante (nem possível) saber de tudo, mas é essencial dominar o seu campo.

Depois de considerar todos os aspectos necessários e saber tudo o que precisa sobre como escolher uma pós-graduação, você não deverá perder de vista aquilo que importa: a dedicação ao aprendizado.

Diplomas e certificados não se sustentam sozinhos. Por isso, aproveite as oportunidades e faça valer seus investimentos. Só assim você vai conseguir se qualificar de fato.

Gostou de saber como escolher uma pós-graduação? Faça com que seus amigos entendam mais do assunto: compartilhe-o nas suas redes sociais!

 

Posts relacionados