Você sabe qual o papel do educador físico na prevenção e promoção da saúde?

Publicado por Faculdade IDE em 24 de novembro de 2020
Categorias:
Você sabe qual o papel do educador físico na prevenção e promoção da saúde?

Cada vez mais as pessoas se preocupam com a qualidade de vida, o que traz mais ofertas no mercado de trabalho para quem é profissional da Educação Física. Isso porque a prática regular de exercício físico contribui para prevenção e promoção da saúde e tratamento de diversas doenças. 

Assim, esse é um segmento em amplo crescimento e bastante interessante para tal profissional atuar. É um trabalho feito junto a uma equipe multidisciplinar que objetiva melhorar as condições gerais de saúde, combater o sedentarismo e obesidade, além de prevenir uma série de doenças.

Então, se você busca uma carreira que envolva atividade física, esporte e o cuidado de pessoas de diferentes idades, pode escolher a Educação Física. Quer saber como é a rotina dessa área na prevenção e promoção da saúde? Vem com a gente e confira nosso post!

Orientação para a prática de atividades físicas mais adequadas a cada pessoa

Sabemos que o exercício físico traz uma série de benefícios para a saúde, contudo não é recomendado que as pessoas comecem esse tipo de atividade sem supervisão. Isso, pois cada um, dependendo da faixa etária e histórico de saúde, tem uma condição fisiológica diferente, portanto, precisa de uma orientação individualizada.

Nesse sentido, quem se forma em Educação Física é um dos profissionais da área da saúde que assume um papel especial, pois estipula quais os exercícios mais indicados para cada pessoa, de acordo com suas limitações, de modo a promover apenas benefícios minimizando os riscos.

Esse trabalho pode ser feito em academias, spas, condomínios, residências de idosos, hospitais, empresas, nas unidades de saúde da família, parques, praças e em outros espaços abertos.

Avaliação do condicionamento físico

Uma das atuações do profissional de Educação Física é saber como avaliar a capacidade física das pessoas para orientar a atividade física correta, que possa ser executada levando em conta a segurança do paciente.

Essa rotina de trabalho inclui a medição de vários fatores, entre eles:

  • composição corporal, que estabelece percentual de massa magra, massa ósseas e massa gorda;
  • flexibilidade;
  • força muscular;
  • frequência cardíaca;
  • pressão arterial;
  • taxa metabólica basal;
  • capacidade cardiopulmonar;
  • capacidade funcional

O profissional avalia tais indicadores e também acompanha a evolução do indivíduo em intervalos predeterminados para averiguar se os objetivos do exercício físico estão sendo conquistados.

A atividade correta contribui para a prevenção e promoção da saúde, pois pode controlar, por exemplo, o peso e a hipertensão arterial, diminuindo os riscos de uma doença cardíaca.

Promoção de programas de ginástica laboral

Um espaço para o profissional de Educação Física atuar com prevenção e promoção da saúde, é nas empresas. Entre os programas de qualidade de vida do RH, está a promoção da saúde com a realização da ginástica laboral, uma série de exercícios praticada no próprio ambiente organizacional.

O objetivo é prevenir doenças, principalmente as ocupacionais, como a Lesão por Esforço Repetitivo (LER) e os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), que levam às faltas e afastamentos de trabalho e comprometem o bem-estar das equipes, afetando em cheio a produtividade.

Com as atividades do programa de ginástica laboral, os colaboradores têm mais disposição para trabalhar, o que também é importante para reduzir o estresse.

Nesse segmento, o profissional de Educação Física pode atuar ainda com palestras educativas, voltadas para temas como reeducação postural, combate ao sedentarismo, entre outros assuntos afins.

Coordenação de grupos de caminhada

Se tem um exercício que é fácil para qualquer um praticar, mesmo para aqueles que não gostam de ir à academia, é a caminhada. Dessa forma, o profissional de Educação Física pode atuar na medicina preventiva promovendo essa atividade.

Pode realizar essa iniciativa para grupos de condomínios, clubes, para beneficiários de planos de saúde ou até em empresas.

É uma maneira de mexer o corpo por meio de um exercício supervisionado (a fim de evitar excessos), além de ser uma prática que contribui para a socialização. Nesse último ponto, pode ser bastante indicado para grupos com idosos.

Palestras e ações de educação em saúde

O conhecimento aprofundado do corpo humano e dos benefícios das atividades físicas e de esportes tornam esse profissional apto para atuar com palestras e ações em saúde.

Assim, ele pode promover um estilo de vida saudável, conscientizando as pessoas sobre os perigos do sedentarismo e a importância de realizar o exercício físico com supervisão. A ideia é incentivar uma mudança de hábitos, de modo que a atividade física regular passe a fazer parte da rotina.

Em tal área, é possível atuar em escolas, clubes, associações, em empresas de planos de saúde e até em programas públicos voltados para comunidades.

Determinação de tempo, intensidade e intervalo dos exercícios

Para que o exercício promova a saúde, é fundamental que seja realizado da forma correta. Imagine alguém se lesionar porque abusou de uma corrida? O resultado é ficar muito tempo parado até se recuperar.

Por isso, o profissional da Educação Física, ao conhecer as características, histórico de saúde e limitações do indivíduo, consegue estabelecer um programa individualizado de atividade física. Além de selecionar os melhores exercícios, ele determina o tempo, a intensidade e a pausa que deve ser feita entre cada um.

Seja em uma academia, em casa ou no clube, esse acompanhamento personalizado vai permitir a melhora do condicionamento físico, força e flexibilidade da pessoa. Ainda, caso seja necessário, o profissional realiza os ajustes no programa de maneira a promover mais benefícios para a saúde e qualidade de vida.

Conexão de informações de saúde do paciente à prática de atividades físicas

Com o acompanhamento especializado, é possível fazer a conexão das informações de saúde do paciente com a prática regular da atividade física. Uma equipe multidisciplinar consegue verificar quais os impactos dos exercícios na redução da pressão arterial, nos níveis de glicose no sangue, do colesterol ruim, entre outros indicadores. Em resumo, a pessoa recebe um atendimento de saúde mais completo.

Gostou de conhecer como é a atuação do profissional de Educação Física na prevenção e promoção da saúde? É uma área que permite trabalhar em diferentes espaços, ampliando as oportunidades de quem resolveu seguir essa carreira.

Quer saber mais sobre essa profissão? Descubra os motivos para ser um especialista em Educação Física!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Redimensionar Fonte
Contraste