Profissões do futuro: o papel das especializações para a área de saúde

Publicado por IDE CURSOS em 27 de setembro de 2016
Categorias:
Profissões do futuro: o papel das especializações para a área de saúde

Com o mercado de trabalho mais competitivo que nunca, muitos buscam soluções para suas carreiras no investimento em profissões do futuro. Em todo lugar, profissionais de todas as áreas buscam mais e mais conhecimento e reconhecimento acadêmico. E, na saúde, isso não é diferente.

Tanto jovens recém-formados quanto profissionais experientes têm dúvidas no momento de decidir qual caminho seguir. Apenas um diploma de graduação não é mais o suficiente para atender às exigências do mercado. Nesse contexto, as especializações se tornaram uma forma eficaz de melhorar o currículo e garantir diferenciais.

Confira no texto a seguir, um pouco mais sobre as profissões do futuro na área da saúde. Boa leitura!

Entenda a importância da especialização

Profissionais que se especializam e estão sempre atualizados ganham oportunidades muito além dos que não fazem o mesmo. Mais do que a valorização do currículo, é possível participar de concursos públicos e editais, que pedem experiência e títulos específicos.

A área da saúde está em constante evolução devido aos novos tratamentos e doenças. Demandas novas surgem todos os dias e um bom profissional da área deve estar preparado para essas mudanças. O ideal é balancear entre experiência no mercado e conhecimento acadêmico.

A especialização também garante que a trajetória profissional se torne mais sólida, sem que a pessoa fique perdida em dezenas de trabalhos diferentes. Se tornar autoridade em uma determinada área pode ser a chave para uma carreira de sucesso e reconhecimento.

Saiba quais serão as profissões do futuro

As novas tecnologias e as constantes mudanças da sociedade estão no foco das novas profissões da área médica. Com o envelhecimento da população e as rotinas árduas e estafantes nas grandes cidades, profissionais a domicílio tornam-se necessários, por exemplo.

Além disso, ganham espaço os agentes de saúde que atendam empresas, planejando rotinas de saúde para os funcionários. Esse tipo de profissional será cada vez mais requisitado, em um cenário de valorização do bem-estar do ponto de vista empresarial.

De acordo com umas pesquisas “Carreiras do Futuro”, feitas pela Fundação Instituto de Administração através do Programa de Estudos do Futuro, as profissões do futuro devem estar concentradas nas áreas de meio ambiente e saúde. Saber lidar com as mudanças macro e microssociais, além das novas tecnologias, será o maior desafio dos profissionais da saúde.

Cientista médico

Com o avanço da medicina, a figura do cientista médico é cada dia mais comum. Por conhecerem os problemas de saúde da população, podem trabalhar com laboratórios, com universidades e com a indústria farmacêutica (no desenvolvimento de tratamentos e medicamentos).

A maioria dos formados em faculdades de Medicina ainda prefere atuar como médico clínico, em alguma especialização a ser aprendida nos programas de residência. Mas, para os interessados em ciência, o caminho é a especialização.

É interessante escolher uma área, com a qual o candidato tem afinidade. Se for possível, aqueles que querem seguir a carreira de cientista devem procurar programas de iniciação científica ainda durante a graduação.

Um dos cenários para o futuro é uma crescente resistência aos antibióticos atuais, além da mutação de vírus e bactérias, que podem tornar as doenças mais fortes e intratáveis. Por isso, é importante trabalhar para que sejam encontradas soluções práticas para esses problemas.

Engenheiro biomédico ou hospitalar

Essa profissão é uma mistura de engenharia e medicina. Os profissionais dessa área criam e melhoram aparelhos e procedimentos das áreas médica, biomédica e odontológica. O objetivo é tornar diagnósticos e tratamentos mais eficazes e diminuir os custos.

Isso pode ser feito por meio do desenvolvimento de tecnologia para cirurgias e exames. O engenheiro biomédico também cuida da programação de softwares que facilitam as atividades em hospitais e clínicas, agilizando diagnósticos.

Trata-se de um curso novo nas grades das universidades, que não é facilmente encontrado. O graduado nessa área também pode atuar na gestão de equipamentos em uma instituição de saúde, ou na pesquisa de novos insumos e técnicas a serem aplicados.

Grandes empresas de tecnologia têm demandado os profissionais da engenharia biomédica, investindo em uma área que apresenta crescimento potencial.

Gerente de saúde ou gestor de qualidade de vida

Uma das grandes preocupações das empresas atualmente é com a qualidade de vida de seus colaboradores. Portanto, um gestor de saúde tem como função a promoção de rotinas saudáveis no ambiente de trabalho e fora dele.

Isso pode ser feito por meio de planos de médio a longo prazo e ações constantes, como exercícios, integração, exames e incentivo à alimentação saudável, por exemplo.

Praticamente qualquer profissional da saúde pode ser um gestor de qualidade de vida. Porém, é desejável que se tenha cursos ou especialização em Gestão de Pessoas.

Esse profissional atuará em conjunto com o setor de Recursos Humanos, promovendo as ações que motivem a equipe a cuidar da saúde e do bem-estar. Promover eventos, incluir uma rotina de exercícios laborais e marcar exames preventivos estão entre as ações do gestor de qualidade de vida.

Biomédico

Essa é uma das áreas profissionais mais destacadas na atualidade. Com uma grande oferta de cursos universitários e especializações, oferece uma carreira promissora, mas exige bastante estudo e dedicação.

O biomédico identifica e classifica os causadores das doenças, assim como mapeia e pesquisa novos tratamentos e medicamentos. Também pode atuar fazendo e interpretando exames, como os hemogramas. O mercado de trabalho é amplo, incluindo laboratórios e clínicas.

No curso, o biomédico aprende bioquímica, biofísica, além de saber operar equipamentos hospitalares e laboratoriais. Além da formação em Biomedicina, o profissional que contar com especialização em genética ou reprodução humana pode ter vantagem no mercado.

Auxiliar de saúde a domicílio

Antigamente era comum que os médicos frequentassem a casa de seus pacientes, realizando os procedimentos que fossem possíveis em casa mesmo. Esse hábito foi se modificando com a evolução da sociedade, mas agora verifica-se um retorno.

Com o crescimento das cidades e envelhecimento da população, um cuidador ou agente de saúde que vai até a casa do paciente significa mais conforto e privacidade. É uma forma de escapar das rotinas estressantes do hospital e evitar o longo deslocamento entre residência e consultório.

Nesse caso, podem trabalhar nesse setor a maioria dos profissionais de saúde, sejam fisioterapeutas ou médicos. Se destaca quem oferecer atendimento humanizado e praticar tratamentos preventivos. O relacionamento interpessoal é mais íntimo, então o profissional precisa ter essa habilidade.

Técnico de telemedicina

Ainda na mesma lógica da distância como um obstáculo ao atendimento, surge a telemedicina, que expande o acesso à saúde para regiões desprivilegiadas. No caso, os pacientes podem ser atendidos por telefone, mensagens ou videoconferências e a equipe médica pode dar diagnósticos com as informações fornecidas.

Como vivemos em uma época de expansão das tecnologias da informação e popularização do acesso à internet e telecomunicações, a expectativa é de crescimento da demanda por técnicos de telemedicina.

Para trabalhar na área, o ideal é, além da formação em saúde, ter uma especialização em Análise de Sistemas ou Engenharia da Computação.

Bioinformacionista

Esse profissional utiliza conhecimentos de genética e medicamentos para elaborar tratamentos específicos. Atua na prevenção de doenças genéticas e também nos estudos e práticas da reprodução humana. Com a ajuda de softwares, o bioinformacionista também faz o mapeamento do genoma humano, que pode trazer inúmeras soluções em saúde.

É mais um trabalho muito ligado ao envelhecimento da população e ao avanço tecnológico. Para trabalhar nessa área, formação em medicina e especialização em genética ou farmácia são desejáveis.

Médico desportivo e de reabilitação

Profissionais de saúde de todas as áreas podem buscar especialização para atuar junto a esportistas, de qualquer modalidade. Todas as especialidades médicas, bem como nutricionistasenfermeiros e biomédicos, são demandados a atuar em apoio à preparação para a prática desportiva ou ainda na recuperação, em caso de lesões.

Essa área, apesar de não ser nova, apresenta evolução constante, em função das pesquisas e equipamentos específicos que surgem a todo o momento, para apoiar o trabalho de acompanhamento de atletas.

Nessa rotina, estarão exames, avaliações, planejamento de ações e prevenção de lesões direcionados às especificidades de cada prática esportiva. O profissional pode atuar junto a equipes, agremiações e em clínicas específicas.

Conheça o melhor caminho para as profissões do futuro

Entender quais são as demandas de cada área é essencial para escolher a melhor especialização. Afinal, não adianta ter uma profusão de cursos e capacitações que não se integram e não possuem um objetivo único. Foco e qualidade são os melhores caminhos, nesse caso.

Uma dúvida comum nesse momento é qual instituição escolher para cursar a especialização. Embora seja válido considerar continuar na mesma em que concluiu a graduação, pesquisar sobre outros locais e métodos é sempre válido.

Se, depois de toda a pesquisa ainda estiver indeciso, uma boa saída é buscar a ajuda de um consultor. Vale um profissional particular, específico para carreiras, ou um que atenda na instituição que você se interessar. Conversar com alguém mais experiente é uma atitude que dificilmente não será aproveitada.

Manter-se atualizado e estar atento sobre as necessidades do mercado na área de saúde nem sempre é uma tarefa fácil. Mas, se você escolher bem o seu caminho, pode ter certeza que obterá sucesso, não importa qual das profissões do futuro você tenha optado!

Que tal compartilhar esse post nas suas redes sociais, para que os seus contatos também fiquem sabendo sobre as novidades para o futuro do mercado?

Posts relacionados