Planejamento de carreira: como fazer e o que é preciso levar em conta?

Publicado por Faculdade IDE em 28 de junho de 2019
Categorias:
Planejamento de carreira: como fazer e o que é preciso levar em conta?

Investir no aperfeiçoamento constante e ganhar diferenciais em relação aos concorrentes é algo imprescindível em qualquer segmento do mercado, sobretudo quando falamos em um setor tão competitivo quanto a área de saúde. Se você atua nesse ramo, compreender o que é e como montar um planejamento de carreira é muito importante.

Esse conceito pode mudar o seu patamar de rendimentos e fazer com que você chegue muito mais longe em sua profissão, entretanto, apesar dessa realidade, são poucas as pessoas que realmente sabem como planejar essa estratégia. Confira o conteúdo a seguir e aprenda tudo aquilo que você precisa saber sobre esse tema!

Afinal, o que é um planejamento de carreira?

O planejamento de carreira nada mais é do que a elaboração de um plano, uma espécie de programa estruturado com o caminho e as etapas que você precisa percorrer até atingir um ou até mesmo vários objetivos. É uma estratégia bastante útil, que pode fazer com que você atinja o sucesso que você espera de maneira bem mais simples.

Nesse tipo de programação você deve determinar as competências necessárias para cada posição hierárquica e também qual a expectativa da organização em que você atua (ou deseja atuar) em relação àquele cargo. Em outras palavras, trata-se de colocar no papel qual é sua visão de futuro e onde você quer estar dentro de um, cinco ou dez anos.

Esse tipo de ação era muito comum em empresas e entre os gestores como uma maneira de estimular seus colaboradores, mas acabou se tornando uma alternativa interessante para qualquer pessoa, afinal, nós devemos ser os principais responsáveis pelo nosso êxito, sobretudo em segmentos competitivos como a área de saúde.

Qual a importância do planejamento de carreira?

O planejamento de carreira é uma estratégia que permite que você assuma, de maneira proativa, o verdadeiro controle de sua vida profissional. Conseguir isso é muito importante não apenas do ponto de vista financeiro, mas também pessoal, visto que você aumentará suas chances de atingir mais facilmente os seus objetivos gerais.

Outra vantagem de fazer esse tipo de programação é que isso permite, com muito mais clareza, que você conheça seus pontos fortes, mas que também reforce as suas falhas, estudando mais, fazendo cursos ou investindo em uma pós-graduação. Com isso, você pode realinhar metas e corrigir a sua rota, direcionando o seu futuro para o sucesso.

Quais são os pilares do planejamento de carreira?

Nos dias de hoje, existem opções bastante versáteis para fazer um planejamento de carreira e ele pode ser montado de uma série de formas. No entanto, habitualmente, existem alguns pontos em comum, que podem ser definidos como os pilares dessa estratégia. É essencial, por exemplo, que o programa incite a sua motivação pessoal.

É preciso estar estimulado para esse desafio, até mesmo para poder definir os seus objetivos, sejam eles dentro de uma instituição ou na sua carreira, de uma forma geral. Basicamente, você precisará fundamentar a sua visão de futuro, definir recursos e escolher as ações que você precisará para ter o êxito que você espera.

Como montar um bom planejamento de carreira?

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre o conceito de planejamento de carreira e sobre a sua importância no mercado de trabalho atual, chegou a hora de aprender como montar o seu. Confira a seguir!

Analise o seu momento atual

O primeiro passo para montar um planejamento de carreira proveitoso é analisar, com precisão, qual é o momento no qual você se encontra em sua carreira. Isso é importante não apenas para que você possa traçar metas realistas, como também para verificar quais são os pontos em que você precisa investir para ter sucesso.

Geralmente, isso é feito ao final do curso de graduação, o que é bastante interessante, pois esse é um período no qual você está ativo do ponto de vista do aprendizado, mas também já é um profissional formado e com algum conhecimento de mercado, que conhece melhor as áreas e subespecialidades de sua preferência.

Invista em um pós-graduação

Como dissemos, o final do curso de graduação pode ser um bom momento para continuar aumentado os seus conhecimentos, visto que esse é um período no qual você está ativo do ponto de vista do aprendizado. No entanto, mesmo que você já seja formado há algum tempo, uma pós-graduação pode ser uma excelente opção.

Ao fazer esse tipo de curso, você pode direcionar suas habilidades e seus diplomas para as áreas e subespecialidades de sua preferência, se tornando um profissional mais completo e apto para receber os melhores salários, ocupar os cargos mais altos e ocupar posições de gerência.

Defina aonde você quer chegar

O próximo passo para montar o seu planejamento de carreira, uma vez que você já avaliou muito bem o seu momento atual, é definir aonde você deseja chegar. Esse passo ajudará a fazer com que você não perca o seu foco e organize as suas prioridades, separando o tempo, a energia e até mesmo os recursos financeiros para isso.

Essa é a hora de analisar as etapas e cargos pelos quais precisará passar até chegar ao seu objetivo final. É recomendável passar tudo isso para o papel, mantendo as anotações em um local visível, como uma forma de se estimular diariamente a dar o seu melhor e trazendo uma visão mais ampla de tudo que você precisa para chegar lá.

Utilize modelos de sucesso

Se você já tem um objetivo global traçado, utilizar um modelo de sucesso pode ser bastante positivo para direcionar as suas ações. Você pode, por exemplo, escolher um profissional de saúde que tenha atingido objetivos similares aos que você espera para a sua carreira, utilizando-o como uma verdadeira fonte de inspiração e de informações.

Confira qual foi a formação que essa pessoa teve, assim como as habilidades técnicas e comportamentais que ela adotou para chegar onde chegou. Se for possível, converse com esse profissional para conhecer melhor suas atribuições, obrigações, dificuldades e o seu cotidiano, até para ter um panorama realista da posição que você almeja.

Acompanhe o seu desempenho

Por fim, pouco adianta fazer um excelente planejamento de carreira se você não for acompanhando o seu desempenho, avaliando se você está, efetivamente, fazendo o necessário para ter sucesso em longo prazo. Essa também é uma maneira de ver o quanto daquilo que foi proposto já foi alcançado.

Verifique, rotineiramente, quais foram os seus resultados, fazendo uma análise deles e vendo se as suas metas foram muito ousadas ou muito conservadoras, por exemplo. Às vezes, poderá ser necessário revisitá-las, para considerar prazos diferentes ou até mesmo para adequá-las de acordo com o que a sua realidade for apresentando.

Como você pôde ver, fazer um bom planejamento de carreira é fundamental para os profissionais que desejam ter destaque, independentemente da sua área de atuação.

Gostou de aprender mais sobre o planejamento de carreira? Então deixe um comentário para nós aqui no blog!